Blog BR+

TECNOLOGIA, LITERATURA E NATUREZA EM UM SÓ LUGAR

11/03/2020 Fernanda Krüger Tecnologia

Aplicativo Natu Contos.  (Reprodução/ Divulgação). 

Quem poderia imaginar um aplicativo educacional inventado só para estimular a interação com a natureza por meio de histórias que falam das árvores da Mata Atlântica! Pois a Natu Contos não é nada mais, nada menos do que isto. Em parceria com a SOS Mata Atlântica, o projeto foi criado em abril de 2019, em versão iOS, e está disponível gratuitamente para todos que quiserem participar.

Na sua primeira versão, encontram-se cinco contos sobre cinco árvores deste que é um vasto bioma brasileiro e das florestas mais ricas em diversidade do planeta: pau-ferro, ipê-amarelo, jequitibá, embaúba e pau-brasil. Escritos por autores da literatura infantojuvenil brasileira – João Anzanello, Índigo, Tiago de Melo Andrade, Claudio Fragata, Andréa Pelagagi e Fernanda Sarkis Coelho – estas obras são narradas por gente renomada da música brasileira – Mart’nália, Tiê, Lenine, Ney Matogrosso e Fernanda Takai.

O aplicativo funciona como a caça ao tesouro – jogo com um esquema de pistas. Na tela do dispositivo eletrônico, um mapa leva o jogador até a árvore selecionada. Ao ser encontrada, inicia-se uma animação de apresentação da árvore, e o conto sobre ela pode ser desbloqueado para ser lido e ouvido, ali mesmo, em meio à natureza. Mas isto ainda não é tudo: as histórias, os áudios e as fichas técnicas das árvores ficam arquivados em uma biblioteca on-line e podem ser acessados e relidos de qualquer lugar após o seu desbloqueio. 

Biblioteca Virtual Natu Contos.  (Reprodução/ Divulgação).  

A Mata Atlântica pode ser vista em 17 estados brasileiros e abriga grande parte da população. A Natu Contos procura conectar as pessoas com o meio ambiente, engajar a nova geração com a preservação ambiental, promover memórias afetivas e aprendizados positivos. O grande objetivo da Natu Contos é democratizar o aplicativo, franqueando o material para um número cada vez mais amplo de adultos, crianças e escolas. 

Até o momento, a plataforma conseguiu mapear espécies em parques e praças públicas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Depois de atingir a meta em um projeto de financiamento coletivo, a Natu Contos avança com o propósito de mapear mais espaços públicos, novas cidades e outros estados. 

Vale a pena anotar para não esquecer: a versão Android, agora em fase de desenvolvimento, estará gratuitamente disponível a partir de julho de 2020.

Bom de conhecer, aplaudir e aderir!

#
Fernanda Krüger

Fundadora do br+ Foco no lado positivo do Brasil!© e Idealizadora da iniciativa pioneira BRmais e o Português como Língua de Herança no Ensino Globalizado©